FOLHA DE PARINTINS Jornalismo Livre, Presente e Atuante

nailha
02/12/2017 às 20:21 h

Parintins dá adeus a João do Carmo, o ‘Careca’


“Só resta a saudade do rufar do tambor”. Vozes embargadas de emoção entoaram ‘Orvalho da Ilha’ na despedida a João do Carmo. Popular funcionário do Ibama, ‘Careca’ foi sepultado na tarde deste sábado (2) em Parintins.

Desde seu falecimento na manhã de ontem, em Manaus, Careca teve sua vida e legado lembrados em todo lugar – especialmente nas redes sociais, onde familiares e amigos publicaram pesar e nostalgia. Entre as lembranças, uma se destacava: o forte laço de amor com o Boi Caprichoso, do qual era sócio e marujeiro.

A vida dedicada ao boi-bumbá transcendeu a rivalidade de cores e rompeu as fronteiras da Ilha. Um dos fundadores da Ala Jovem – que mais tarde se tornara o Movimento Marujada –, Careca também cativou os ‘contrários’.

Despidos da tradicional rivalidade, o jornalista Mencius Melo exaltou Careca como “tutor na criação do Movimento Amigos do Garantido”. “Parintinense da gema, grande figura, símbolo da alegria” definiam Careca, segundo o também jornalista Marcos Santos, com quem desbravou fronteiras para que o boi-bumbá se tornasse identidade cultural do Amazonas.


Velado no Curral Zeca Xibelão, Careca recebeu as últimas homenagens. Sob o rufar de tambores da Marujada de Guerra do Boi Caprichoso, os parintinenses se despediram de seu amado conterrâneo.

Fotos: Boi Caprichoso/Reprodução Facebook.

Nas melhoras baladas